Elaine Lopes é #TeamLobao

 

 

 

Elaine Lopes

Oi, pessoal!

Estou muitoooo feliz em trazer pra vocês a história da Elaine que eliminou 28 quilos em um ano!

Não é apenas pelo emagrecimento que eu queria compartilhar a história da Elaine. É por isso e muito mais!

A Elaine tem um perfil no instagram, que eu sigo a um tempão, o @emagrecadedentroprafora!

O perfil me chamava atenção, pois além da Elaine ser uma guerreira, super motivada e determinada, consta lá na sua bio que ela é “Coach de emagrecimento” e eu morria de curiosidade de saber o que significava isso na prática!

Sabia que era uma fórmula de sucesso, pois a Elaine usou em si as técnicas e teve um resultado fantástico e por isso pedi que além da sua história de emagrecimento ela também nos falasse um pouco de seu trabalho.

A Elaine gentilmente atendeu ao meu pedido, e segue abaixo o texto desta lindeza, que é muito esclarecedor e motivador e tenho certeza que vai ajudar muitos de vocês:

 

“Eu era parte da estatística: 48% das mulheres estão com peso acima do ideal, sendo que 18% estão obesas, em um país onde mais da metade da população tem excesso de peso. Aos 32 anos, com 1,56m de altura, 82 quilos e uma vida aparentemente feliz. Mas não totalmente. Ainda me sentia insatisfeita, não só com minha aparência (apesar de todos a minha volta sempre me elogiarem), mas sim com minha saúde e minha disposição.

Pensando inicialmente no meu futuro (próximo) como mãe, o maior problema gritou: como serei exemplo para o meu filho se não tenho uma alimentação decente, se não pratico exercícios e se não mantenho minha saúde em dia? E todas essas questões começaram a me assombrar. Eu queria ser saudável, poder escolher uma maçã ao ter que optar entre a fruta ou uma barra de chocolate.

Até os meus 15 anos consegui conservar um corpo considerado dentro dos padrões de normalidade (se é que esses tais padrões existem), mas depois, por ‘N’ motivos, comecei a engordar e viver em luta contra a balança. Já havia utilizado diversos meios para tentar emagrecer: dietas malucas, restritivas e radicais – da sopa, da lua, da proteína – que começavam na segunda e muitas vezes terminavam na sexta-feira – exercícios que eu começava e facilmente desistia, e até mesmo o uso de substâncias controladas, como medicamentos inibidores de apetite.

Porém, com o passar do tempo, percebi que tudo isso não apresentava o resultado que eu desejava e resolvi fazer diferente: emagrecer de dentro para fora. Sou psicóloga, então resolvi aliar minha formação a todos os cursos de especialização que fiz em PNL (Programação Neurolinguística) e Coaching (Pessoal e Profissional) e unir meus conhecimentos a meu favor. Foi um ano para eliminar os 28 quilos que me fizeram desenvolver hábitos alimentares muito mais saudáveis e o condicionamento físico desejado.

Uma das metodologias que utilizei no meu processo de emagrecimento e que hoje é grande foco do meu trabalho é o Coaching. O processo de Coaching me ajudou, no início do meu emagrecimento, a identificar os valores que estariam por trás da minha meta de emagrecer. Valores que me fariam não desistir quando essa possibilidade viesse a aparecer. Quando falamos de valores, em Coaching, estamos falando daquilo que é importante para nós. Que nos faz focar em um determinado objetivo sem abandoná-lo.

Pude também, através do Coaching, entender quais eram os significados que eu dava a alimentação e deixei de comer por qualquer outro motivo que não fosse me nutrir. Deixei de comer por ansiedade, tristeza, frustração… Deixei de descontar minhas emoções na comida! E pude compreender também a importância da prática de atividades físicas para a conquista e manutenção do meu peso.

O Coaching me ajudou ainda a traçar objetivos claros: entender onde eu estava e onde queria chegar, como seria minha nova vida após o emagrecimento, quais recursos (internos e externos) eu precisaria para atingir meu objetivo. Pude então desenvolver habilidades e comportamentos como disciplina, organização, comprometimento e determinação. O que eu não havia feito nas tentativas anteriores mal sucedidas de emagrecer.

E por fim, foi o processo de Coaching que me auxiliou na conquista desse objetivo que mudou não só meu corpo, mas minha autoestima, meus relacionamentos e, inevitavelmente, minha vida profissional. O Coaching me ajudou na mudança dos meus comportamentos inadequados, na extinção de comportamentos prejudiciais e na aquisição de novos comportamentos para atingir o peso desejado e, principalmente, mantê-lo após o término do processo. Atitudes como compulsão, alimentação emocional e comer pelo ócio nunca mais voltaram a se repetir. Por outro lado, atividades físicas, escolhas saudáveis e controle da alimentação passaram a se tornar hábito para o meu dia-a-dia.

Mas, afinal, o que é Coaching?

O processo de Coaching ajuda o cliente a identificar onde ele está e onde ele quer chegar, de uma forma objetiva. Ou seja: quantos quilos deseja pesar, quais medidas gostaria de alcançar, qual porcentagem de gordura corporal ou mesmo qual manequim deseja passar a vestir. Mas o coaching de emagrecimento serve para quem quer emagrecer, e não quem quer ser emagrecido!

Justamente por esses últimos motivos citados, o coaching é um processo ATIVO e INDIVIDUAL, ou seja, trabalha com as verdades de cada um. Trabalha na zona de conforto do cliente, fazendo-o sair de lá, do lugar comum onde está acostumado e geralmente acredita que não consegue sair.

O coaching é um processo de desafio comportamental que ajuda o cliente a alcançar seus resultados através da mudança de atitudes e de ações. Da consciência da sua programação e da reprogramação de seus atos. Além disso, o coaching trabalha em cima do que é importante para o cliente, considera suas realidades, entende o que é verdade para o cliente fazendo-o assim enxergar o que pode ser mudado.

No processo de coaching de emagrecimento, conseguimos entender as dificuldades do cliente, as barreiras que o impedem de ter emagrecido até então, as possíveis bengalas utilizadas pelo cliente para não atingir seus objetivos e os famosos comportamentos sabotadores. Entende as ações que já foram tentadas durante o seu processo, e as ações que ainda não tomou e que se ele tomar, podem o ajudar a chegar lá.

Mas acima de tudo, o coaching de emagrecimento faz o cliente entender e revisitar a sua relação com a comida, com seu corpo e com os exercícios físicos. E faz com que ele possa perceber o que há em seu contexto que ainda não o permitiu atingir o peso desejado.

O coaching é um processo que depende única e exclusivamente do cliente. Por mais que o profissional exista e esteja lá para ampará-lo, o objetivo, as estratégias e as mudanças comportamentais, quem irá decidir e promover é o próprio coachee. O coach (profissional) existe apenas para conduzir esse caminho e para descortinar ao seu coachee (cliente) o que pode estar às suas vistas, mas ele não consegue enxergar. Por se tratar de um processo de autoconhecimento, o coaching faz com que o cliente traga à consciência muitos conteúdos que estão inconscientes (ou seja, aquilo que você pensa que já esqueceu, já resolveu ou nem sequer saber que existe!) e assim passe então a controlá-los.

O coaching é um processo que geralmente possui período definido: trabalho com a duração de 10 sessões (aproximadamente dois meses e meio), que ocorrem semanalmente e dura cerca de uma hora cada sessão.  Ele pode ser presencial e também há a possibilidade de ser realizado por Skype ou qualquer outra comunicação na qual seja possível fazer a leitura das expressões faciais do cliente (facetime, por exemplo). Por isso existe a possibilidade de realizar coaching a distância. Não se recomenda realizar um processo de coaching através de e-mail, mensagens por whatsapp ou telefone, pois se perde muito conteúdo não-visual nessas formas de comunicação e as palavras podem ser mal interpretadas pelos elementos do processo. Além disso, o processo precisa ser realizado em tempo real.

As sessões se dão geralmente com base em assessments (questionários) pré-formulados para esse fim, relatos do cliente, exercícios e ferramentas apropriadas para o processo. É de responsabilidade do coachee tomar nota do que for importante para ele durante as sessões de coaching, ou mesmo fora delas, na semana que intercala entre uma sessão e outra. Em toda sessão, o coachee sai com uma tarefa (geralmente voltada a aspectos comportamentais) como a mudança de um pensamento, de uma atitude, a leitura de um livro, assistir a um determinado programa de TV entre infinitas possibilidades que irão ajudar o coachee no alcance de seu objetivo.

No caso do emagrecimento, várias ações podem auxiliar nesse processo, desde a ida a uma academia, o agendamento a um nutricionista, a organização de suas tarefas diárias, até a conversa com alguém cuja relação mal resolvida pode estar atrapalhando em seu emagrecimento. Tudo isso devidamente identificado e geralmente por decisão do coachee em consenso com o coach.

O objetivo é logo estabelecido na primeira sessão e, quando é caracterizado por um objetivo aparentemente grande (24 quilos em um ano, por exemplo) ele é dividido em mini metas (como 2 quilos por mês ou meio quilo por semana) o que, além de parecer mais fácil, viável e alcançável, fornece um elemento de mensuração do processo, ao profissional e ao cliente.

Ao final do processo, é possível medir se esse objetivo está sendo alcançado através dessas metas semanais ou mensais e, inclusive, permite ao coachee se dar um prêmio, um reconhecimento pelas suas conquistas como uma viagem, um presente ou um ensaio de fotos sensuais, utilizando do sistema de recompensa do cérebro.

Muita gente me pergunta da garantia do processo de coaching e minha resposta é sempre a mesma. O coaching é envolvido por 3 elementos:

  1. O processo em si, do qual já se houve falar há alguns anos e é sabida a sua eficiência. Portanto, existe a garantia total do mesmo.
  2. O profissional – sempre aconselho que a pessoa busque o histórico da pessoa que irá atendê-la: sua experiência com atendimentos, com o processo e até mesmo seu histórico em relação ao aspecto que será trabalhado. Por exemplo: acho inviável se fazer um coaching de emagrecimento com um profissional que não conseguiu emagrecer. No meu caso, com base no meu próprio histórico pessoal de emagrecimento de 28 quilos com o uso das ferramentas e com a experiência profissional que possuo na área, dou total garantia.
  3. O coachee, ou seja, o cliente. Nesse último elemento, não tenho como garantir sua eficácia. O sucesso no processo dependerá do nível de comprometimento, dedicação e disciplina do cliente para com a sua mudança comportamental.

O Coaching é um profundo e lindo processo de autoconhecimento. Além do emagrecimento, consegue-se vários outros objetivos durante as sessões. Coaching não é só para emagrecer, Coaching de Emagrecimento é para a vida!

Nas minhas redes sociais e blog você encontra várias informações sobre o Coaching de Emagrecimento, todas com o nome Emagreça de dentro para fora. No site da minha empresa, mais detalhes e um link para contato: www.soar.net.br.”.

Elaine3Elaine 4

 Inspirador, não é?

Quer conhecer mais um pouco? Siga a @emagrecadedentroprafora no Instagram.

Quer aparecer aqui e compartilhar a sua história?

Escreva para maira@mairalobao.com.br. Será uma honra!!!

Bjim,

Mai